cursos photoshop, livros photoshop, tutoriais photoshop, tutoriais flash, tutoriais 3ds max
Tutoriais de Photoshop mais populares...
tutorial Photoshop - bola de basquetebol tutorial Photoshop - faca de churrasco tutorial Photoshop - como fazer cabelo tutorial Photoshop - marcar a ferro quente tutorial Photoshop - como fazer um escudo tutorial Photoshop - como fazer uma lata de refrigerante
23 Outubro 2006 - por Magno Urbano

por Magno Urbano

Depois de vários anos de pressão da Apple e de vários outros concorrentes como, o Google, dos seguidos falhanços em projectos que não chegaram a parte alguma e do sistema operativo Vista, cujo lançamento já foi programado e adiado várias vezes e que consumiu vários milhares de milhões de dólares ao longo de seis anos, tendo deixado o utilizador de Windows frustrado, agora a Microsoft começa a mostrar sinais de desespero em relação à concorrência.

O MONOPÓLIO

Ser monopolista traz algumas vantagens:

  • os seus directores podem dormir tranquilos, pois não precisam preocupar-se em procurar estratégias ou técnicas de marketing ou melhorar os seus produtos. Os produtos vendem mesmo com baixa qualidade, pois não têm concorrentes;
  • tudo o que for lançado na sua linha de produtos será visto pela maioria dos consumidores do mercado. Então, poderão copiar todas as novidades que existirem em outros produtos, anunciando-as nos seus produtos, como novidade, já que muito pouca gente terá conhecimento da verdadeira origem;
  • a grande quantidade de lucros proporcionada pelo monopólio, permite comprar empresas pequenas que estejam a concorrer, encerrar as suas actividades e deitar fora os seus produtos e tecnologias, sem que seja necessário incorporar estas tecnologias nos seus próprios produtos, para justificar a compra. Compram apenas para destruir e manter o monopólio;

Ser monopolista traz a desvantagem de não saber como concorrer no mercado.

Assim foi a realidade, para a Microsoft, até que o governo americano e depois a EU, identificaram as práticas predatórias da Microsoft e puxaram-lhe o tapete.

Exposta, no mercado, sem o escudo do monopólio, a Microsoft começou a entrar em pânico.

O primeiro a incomodar a Microsoft foi o Google (que a Microsoft ainda sondou para compra) e, de uns tempos para cá, a Apple.

No caso da Apple, o grande problema da Microsoft é o iPod, que conquistou 75% do mercado de venda de música online e de players MP3. Para a Apple, entretanto, o iPod é apenas um isco para mostrar às pessoas a alta qualidade dos seus equipamentos e o que podem esperar dos seus computadores e sistemas operativos… e é, justamente neste ponto que estamos agora.

Ao longo do primeiro semestre de 2006 a Apple aumentou em 6,6% a sua fatia de mercado nos EUA e aumentou em 30% as vendas dos seus computadores, em relação ao mesmo período no ano passado. Na Europa as coisas ainda foram melhores: as vendas do primeiro semestre de 2006 somam mais do que todas as vendas de 2003, 2004 e 2005 juntas!

Outras portas começam a fechar para a Microsoft quando, no primeiro semestre desse ano, a Disney resolve comprar a Pixar, o que acabou por colocar Steve Jobs, seu proprietário e também CEO e co-fundador da Apple, como principal accionista da Disney - um dos grandes clientes que a Microsoft perdeu com a compra - e das suas diversas empresas de conteúdo e participações em outras empresas como a AOL da Time/Warner, onde o Google também tem um bocado…

PROCESSADOR

Há cerca de um ano a Apple decidiu mudar o processador do seu computador, do PowerPC da IBM, para os da Intel. A mudança, na verdade foi uma jogada para poder lutar no terreno da Microsoft e ter um computador capaz de correr tanto o Windows como o Mac OS X, como acontece, actualmente.

Correr o Mac OS X num PC é, técnicamente possível, apesar de não ser oficialmente aceite pela Apple. Entretanto, provavelmente, o utilizador estará diante de várias limitações, pois o sistema operativo da Apple é feito para as suas máquinas e para o hardware que estas aceitam.

Para a Microsoft, ver um Mac com o Windows é um sério problema, principalmente, porque:

  • O Windows não tem como concorrer com o Mac OS X em nenhum aspecto, já que é, infinitamente, inferior, em qualidade, segurança, desempenho, funcionalidade, integração e beleza;
  • A Apple não quer apenas permitir que o Windows corra no Mac. Apple, de facto, produziu uma máquina capaz de correr o Windows e o Mac OS X, que serve para atrair o utilizador de Windows para o Mac que de certeza, um mês depois, terá deitado fora o Windows, assim que perceber a qualidade superior do Mac OS X.

Diante destes factos, a Microsoft entrou em pânico esta semana e anunciou que o Vista terá uma cláusula no contrato de uso, que torna ilegal a sua instalação em ambientes virtuais… por outras palavras, em ambientes dentro de outros sistemas como o VMWare e o Parallels no Mac e no Linux

 

 

 

 

Se gostou desse artigo...
::
receba as novidades deste site por e-mail!

 

o seu nome:
a mensagem:
 

 


Dê a sua opinião sobre este artigo

O seu nome

O seu e-mail

Opine sobre este artigo

Por favor copie o texto... dt9y65 na caixa seguinte:

CAPTCHA image

Curso Photoshop CC Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para iPhone Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para Mac Curso Photoshop CC para Apple TV

 

Ferramentas

Google PageRank
Conteúdo Duplicado

Categoriais

 ddddddd

Arquivos