cursos photoshop, livros photoshop, tutoriais photoshop, tutoriais flash, tutoriais 3ds max
Tutoriais de Photoshop mais populares...
tutorial Photoshop - bola de basquetebol tutorial Photoshop - faca de churrasco tutorial Photoshop - como fazer cabelo tutorial Photoshop - marcar a ferro quente tutorial Photoshop - como fazer um escudo tutorial Photoshop - como fazer uma lata de refrigerante
11 Junho 2007 - por

por Magno Urbano

 

 

4.1.1.2 Remote Info

Nesta secção deverá preencher as opções relativas ao acesso remoto que tem ao site, ou seja, o método que utiliza para enviar os ficheiros para o site. As opções na caixa presente nesta janela, as quais explicaremos a seguir, são: None, FTP[3], Local/Network, RDS[4], SourceSafe Database e WebDAV.

Caso não seja o próprio administrador do site, deve consultá-lo, de modo a saber o método de acesso remoto a escolher e os parâmetros a ser utilizados.

(a) FTP

Ao escolher a opção FTP, terá de preencher os seguintes campos (figura 0‑5):

FTP Host – Deve conter o endereço FTP do servidor.

Host Directory – Deve ser preenchido com o directório no servidor a ser utilizado para colocar páginas HTML. Num servidor típico, geralmente o Host Directory é preenchido com “www” ou “public_html”.

Login e Password – Devem ser preenchidos com o seu nome de utilizador e password, fornecidos pelo administrador, para ter acesso ao servidor.

Use Passive FTP – Na hora em que uma conexão FTP é estabelecida, alguns ajustes devem ser feitos pelo servidor ou pelo cliente (no caso o Dreamweaver). Se marcar a opção Use Passive FTP, deixará a cargo do Dreamweaver fazer tais ajustes.

Use Firewall – Caso esteja a utilizar um programa de firewall ou mesmo um firewall em hardware, que não faça a detecção e os ajustes necessários para permitir o acesso por FTP do Dreamweaver, deve marcar este campo e fazer clique no botão Firewall Settings para poder preencher o campo com o endereço e a porta usada pelo firewall (Firewall Host e Port).

Use Secure FTP – Caso queira estabelecer uma sessão de FTP segura, a utilizar transmissão de dados criptografada, deve marcar esta opção; desde que, logicamente, o servidor permita conexões deste tipo.

Automatically Uploads Files to Server on Save – Marque esta opção se desejar que os ficheiros sejam enviados para o site automaticamente assim que os gravar no seu disco.

Enable File Check In and Check Out – Ligue esta opção para activar o sistema Check In/Check Out. Este sistema é ideal para o caso de estar a trabalhar em equipa num site. Marcar um ficheiro com a opção Check Out, informa às outras pessoas que está a trabalhar no ficheiro e impede que possam alterá-lo. Marcar o ficheiro com a opção Check In, é exactamente o inverso, ou seja, ficará impossibilitado de alterar o ficheiro e deixará que os outros possam fazê-lo.

Check Out Files When Opening – Se marcar esta opção, marcará os ficheiros que abrir para edição, como Check Out, impedindo que outros possam editá-lo naquele instante.

Check Out Name – Deve colocar um nome para identificá-lo aos outros utilizadores. Para que saibam quem está a editar o ficheiro. Caso trabalhe em várias máquinas, deve colocar no nome, uma identificação da máquina, para que saiba em que máquina estava a editar o ficheiro, caso esqueça de fechá-lo.

Email Address – Caso esteja num grupo extenso de trabalho, é interessante preencher este campo, para que as pessoas possam comunicar-se consigo.

figura 4-5: FTP - parâmetros

(b) Local/Network

Além de alguns campos já mencionados, quando escolher Local/Network verá uma caixa chamada Remote Folder, a ser preenchida com o endereço na rede, do directório raiz do site (figura 4-6).

figura 4-6: Local/Network

(c) RDS

Esta opção permite fazer conexões do tipo RDS a servidores que utilizem ColdFusion. Ao escolhe-la, verá a janela da figura 4-7, onde deverá carregar no botão Settings, para ajustar os parâmetros da conexão: o endereço do servidor (Host Name), a porta (Port), o directório remoto (Full Host Directory), o Username e a Password (Error! Reference source not found.).

figura 4-7: RDS - ajustes

figura 4-8: RDS – parâmetros da configuração

(d) SourceSafe Database

A opção SourceSafe Database permite que possa se conectar ao site a usar este método. O SourceSafe Database é um produto da Microsoft e por isso, só funciona em servidores Windows. Para que esta opção funcione no Dreamweaver é preciso que tenha instalado em seu computador o Microsoft Visual SourceSafe Client, versão 6.

A exemplo do exemplo do RDS, quando escolhida esta opção é mostrado um botão nomeado Settings, que ao ser carregado, mostra opções detalhadas de configuração (figura 4-9).

figura 4-9: SourceSafe Database – parâmetros da configuração

Na janela, deve preencher a primeira caixa (Database Path), com o directório/ficheiro correspondente à base de dados, o nome do projecto (Project), o Username e a Password.

(e) WebDAV

 

 

 

tags: Dicas

 

 

Se gostou desse artigo...
::
receba as novidades deste site por e-mail!

 

o seu nome:
a mensagem:
 

 


Dê a sua opinião sobre este artigo

O seu nome

O seu e-mail

Opine sobre este artigo

Por favor copie o texto... 5TQDd0 na caixa seguinte:

CAPTCHA image

Curso Photoshop CC Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para iPhone Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para Mac Curso Photoshop CC para Apple TV

 

Ferramentas

Google PageRank
Conteúdo Duplicado

Categoriais

 ddddddd

Arquivos