cursos photoshop, livros photoshop, tutoriais photoshop, tutoriais flash, tutoriais 3ds max
Tutoriais de Photoshop mais populares...
tutorial Photoshop - bola de basquetebol tutorial Photoshop - faca de churrasco tutorial Photoshop - como fazer cabelo tutorial Photoshop - marcar a ferro quente tutorial Photoshop - como fazer um escudo tutorial Photoshop - como fazer uma lata de refrigerante
6 Dezembro 2006 - por Magno Urbano

por Magno Urbano

Quando cria um site de web, um web designer poderá cometer alguns erros clássicos que culminarão com a morte do site. Neste artigo, mostraremos alguns desses erros.

1. Acreditar que todos os visitantes gostam do seu site apenas por causa do site em si.

Um visitante procura informação, entretenimento ou diversão. Nenhum site é visitado se não tiver uma dessas coisas.

2. Criar um problema para o visitante.

Colocar na web um site:

  • que ainda está incompleto (”site em construção”);
  • que contém informações equivocadas;
  • que apenas funciona no Internet Explorer;
  • que só funciona se o utilizador estiver com o ecrã ajustado em 1024 x 768 pixéis;
  • que possui músicas de fundo irritantes que não podem ser interrompidas e ficam a tocar durante todo o tempo;
  • que são feitos em Flash e demoram horas a carregar;
  • que só podem ser vistos se o utilizador tiver um plugin específico;
  • que só podem ser vistos num sistema operativo;
  • que possuem combinações grotescas de cores que tornam a leitura impossível;
  • que possuem tamanhos de letras tão pequenos que nem uma formiga consegue ler;
  • que seja difícil de perceber;
  • que não possua propósito;
  • que possui figuras a saltar, bonequinhos e estrelinhas a voar pelo ecrã ou códigos em Java pesados;
  • que seja todo feito em Java;
  • que seja feito todo em Flash;
  • que seja irritante;
  • que possua imagens animadas repetitivas;
  • que possua imagens, sons ou textos que causem constrangimento ao visitante;
  • que atrapalhe o visitante na busca pelo conteúdo;
  • que faça o utilizador ter de passar por 500 páginas, ou dar 3.487 cliques antes de chegar ao conteúdo;
  • que seja confuso e faça o utilizador perder-se num mar de páginas e não consiga voltar ao início;
  • que contenha excesso de informação;
  • crie introduções demoradas em Flash que não possam ser saltadas;

… é cometer suicídio!

 

3. Acreditar mais na ferramenta e menos no conteúdo

Hoje em dia, muitos web designers acham que terão status se fizerem um site todo em Flash, pois Flash é moderno, é escaldante, etc. Então, fazem sites lindos mas sem conteúdo. O problema é que toda a gente está à procura de conteúdo.

 

4. Acreditar mais no site e desprezar outros meios

Nunca cometa o engano de acreditar que a Web é tudo. A Web é uma parte apenas. Se faz vendas e possui outros canais como, por exemplo, a venda pelo correio, por telefone ou por vendedores, continue a usar esses meios (caso esteja a obter bons resultados). Abandonar todas as outras formas de marketing e considerar apenas a Web é suicídio.

 

5. Não actualizar o site constantemente

Fazer um site maravilhoso e nunca mais actualizar o seu conteúdo é condená-lo ao esquecimento. Portanto, actualize o seu site, frequentemente. Se não puder actualizar o site diariamente, actualize-o com uma certa frequencia constante: semanalmente, quinzenalmente, mensalmente, etc., mas quando a periodicidade chegar, nunca deixe de o fazer.

 

6. Faça o site no FrontPage, Microsoft Word ou Publisher

Se quer acabar com o seu site, utilize um dos programas, acima mencionados, para criar o seu site. Esses programas, como tudo da Microsoft, criam resultados insatisfatórios e medíocres. As páginas de web criadas por estes programas, por exemplo, possuem o triplo do tamanho necessário e estão repletas de lixos e códigos desnecessários. Além disso, são páginas que só funcionam no Internet Explorer e, por vezes, nem neste.

Se quer um programa descente de criação de web, utilize o Dreamweaver da Adobe.

 

7. Deixe a criação do site da sua empresa à cargo do Joãozinho

O Joãozinho é um gajo porreiro, amigo do Zézinho que tem dotes “artísticos”. Logo, quem melhor para criar o site da sua empresa?

Porque contratar um designer profissional se o Joãozinho pode fazer o seu site de graça?

Que mal pode haver?

Se quer economizar, faça isso. Mas se preza pela sua imagem corporativa e quer criar um culto à sua marca, contrate um designer profissional especializado em identidade visual.

 

 

tags: Web, Dicas

 

 

Se gostou desse artigo...
::
receba as novidades deste site por e-mail!

 

o seu nome:
a mensagem:
 

 


Dê a sua opinião sobre este artigo

O seu nome

O seu e-mail

Opine sobre este artigo

Por favor copie o texto... q83rOg na caixa seguinte:

CAPTCHA image

2 Opiniões

  1. smille-mc on Julho 6, 200716:59
    Dá para percaber que vc sabe do que fala... e acho que tem razão! Sou novo na criação para a web (menos de 3 meses de aprendizado) e ainda estou a perceber algumas das funçoes básicas do Dreaweaver. Tenho um site todo em Flash (www.classificadosararangua.com), mas só o deixo em Flash porque não consigo alinhá-lo, no Dreaweaver. Não consigo colocar as coisas no lugar que desejo e fica tudo desarranjado. Queria fazer uma pergunta: como eu faço para aparecer nas pesquisas do google com o meu site em flash? No caso do site ser feito no Dreaweaver como ser encontado pelo Google? Espero não estar a causar transtorno. Obrigado!
  2. Gestor on Julho 6, 200718:49
    É como eu disse. Fazer um site todo em Flash é cometer suicídio. Nem a Macromedia, que criou o Flash, nunca ousou fazer isso. O mesmo acontece com a Adobe, que agora é a dona do Flash... O Google não tem como recolher informações sobre o site e a sua página ficará no ostracismo eterno. Para o caso de uma página comum, basta enviar a URL para o Google que ele conseguirá recolher tudo e o seu site vai aparecer. Existem duas coisas: 1) o site ser feito no Dreamweaver; 2) o site ser feito no Dreamweaver correctamente para o Google. Uma vez que tenha conseguido fazer o item 2, existem outras duas coisas: 1) o site estar no Google; 2) o site estar bem colocado no Google; para o segundo caso, existem mais de 200 parâmetros que terá de ajustar no site e, princpalmente ter bom conteúdo.
Curso Photoshop CC Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para iPhone Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para Mac Curso Photoshop CC para Apple TV

 

Ferramentas

Google PageRank
Conteúdo Duplicado

Categoriais

 ddddddd

Arquivos