cursos photoshop, livros photoshop, tutoriais photoshop, tutoriais flash, tutoriais 3ds max
Tutoriais de Photoshop mais populares...
tutorial Photoshop - bola de basquetebol tutorial Photoshop - faca de churrasco tutorial Photoshop - como fazer cabelo tutorial Photoshop - marcar a ferro quente tutorial Photoshop - como fazer um escudo tutorial Photoshop - como fazer uma lata de refrigerante
22 Março 2007 - por Magno Urbano

por Magno Urbano

Existe um mito que diz ser impossível vencer a Microsoft no mercado de venda de sistemas operativos. Será mesmo verdade isso? Porque será que apesar de todos os esforços da concorrência no passado, nomeadamente, do Linux, o Windows continuou inabalável (ou quase)? Porque as pessoas não mudaram para o Linux mesmo este sendo distribuído sem qualquer custo?

A razão para o Windows ter continuado inabalável na liderança é simples: a Microsoft cria a ilusão de que o Windows é grátis!

COMO FUNCIONA A ILUSÃO DE QUE O WINDOWS É GRATIS

a Microsoft foi criada no momento em que o Bill Gates, numa reunião histórica na IBM, convenceu os executivos daquela empresa a incluirem o sistema operativo DOS (que ainda não era nem da Microsoft) nas máquinas por eles vendidas. Assim, toda máquina da IBM seria vendida com uma cópia do DOS e a Microsoft ganharia uma comissão. A partir desse instante, a Microsoft estava a gerar uma fonte de dinheiro constante, sem fazer qualquer esforço e sem concorrer no mercado. Era uma maneira fácil de ganhar dinheiro pois a IBM tinha o trabalho de vender as máquinas e a Microsoft ficava apenas a contar o dinheiro da comissão. Quanto mais a IBM vendia, mais a Microsoft ganhava.

Porém, a Microsoft não podia depender só da IBM e, por isso, fez acordos com todos os fabricantes de computadores que iam surgindo para que incluissem cópias do DOS e depois do Windows nas suas máquinas. Estavam criadas fontes inesgotáveis de dinheiro sem qualquer esforço. Milhões e milhões de dólares e depois, milhares de milhões, iam parar aos cofres da Microsoft, sem qualquer esforço.

Para o consumidor, estava criada a ilusão de que o Windows não tinha qualquer custo pois, toda vez que uma máquina nova era comprada, lá vinha o Windows, completamente “grátis”.

PORQUE O LINUX TEM FALHADO ATÉ AGORA

Se descarregar o Linux pela internet, poderá fazê-lo de graça. Entretanto, essa é uma tarefa complicada para um utilizador comum. Para o utilizador avançado descarregar o Linux pela internet e transformar o ficheiro (imagem) num CD que possa ser iniciado num computador (bootable CD) é uma tarefa fácil e, por isso, o Linux dominou e domina todo o mercado de servidores de Web. Para o utilizador comum, não é fácil criar um CD a partir de um ficheiro descarregado pela Web. Para este utilizador, a melhor hipótese será adquirir um CD com o Linux. Será que eu disse a palavra adquirir? Mas porque o utilizador iria adquirir algo se o seu computador veio com o Windows “grátis”? Portanto, a palavra adquirir é a chave do problema. Por isso o Linux foi e será um fracasso de popularidade junto aos utilizadores – a menos que comece a ser distribuído “grátis” com computadores novos.

A MICROSOFT NÃO CONSEGUE NEM NUNCA CONSEGUIRÁ COMPETIR NO MERCADO

A mais pura verdade é que a Microsoft não consegue nem nunca conseguirá competir no mercado. Todas as vezes em que tentou concorrer, falhou, catastroficamente, e foi massacrada pela concorrência. Se não, vejamos alguns exemplos:

  • tentativa de implementar o Windows CE na Sega Dreamcast;
  • tablet PC com o Windows CE;
  • SmartPhones com que bloqueavam constantemente com o Windows CE e depois com o Windows Mobile;
  • PDA com o Windows CE;
  • a consola XBOX que representa um marco catastrófico na indústria como o produto que deu mais prejuízos a uma empresa;
  • as tentativas de criar receptores de TV via Web;
  • a plataforma de TV Interactiva;
  • o PDA Origami;
  • o MSN Search (primeira tentativa de destruir o Google);
  • o Windows Live (segunda tentativa de destruir o Google);
  • o Play4Sure (primeira tentativa de destruir o iPod);
  • o Zune (segunda tentativa de destruir o iPod);

COMO A MICROSOFT SOBREVIVEU TANTO TEMPO?

O grande sonho da Microsoft é o de dominar todos os mercados do mundo, da venda de sardinha em lata aos motores de foguetão e, por isso, entra em todos os mercados e cai por terra em todos. Mesmo assim, consegue permanecer ainda líder, no mercado de sistemas operativos.

Dissemos que o Linux não conseguiu dominar o mundo dos computadores pessoais, por causa da ilusão de gratuidade do Windows. Entretanto, a Microsoft foi dizimada no mercado de servidores e de aplicações comerciais de alta fiabilidade ou de alta exigência. Nos casos mais extremos, o jogo foi ganho pela Sun e Silicon Graphics. Nos outros casos, venceu o Linux. Para tentar recuperar uma parcela desse mercado, a Microsoft viu-se obrigada a reduzir o seu custo ao utilizador final. Entretanto, isso devia ser feito sem reduzir o lucro da Microsoft. Portanto, a única forma era a de comercializar o Windows em sistemas de baixo custo que fizessem, aproximadamente, o que era esperado. Desta forma, mais uma vez era o vendedor de hardware que fazia algo para benefício da Microsoft e esta ficava apenas a contar o dinheiro da comissão.

ENTRA EM CENA A APPLE E O MAC OS X

Tudo começa a mudar quando entra em cena a Apple com os seus novos computadores e com o seu novo e radiante sistema operativo. Tanto em hardware como em software a Apple está anos-luz à frente. Mas era preciso prová-lo ao mercado. A primeira prova teria de ser a de produção de computadores de baixo custo.

Para conseguir isso, a Apple optou por investir em alta qualidade e tentar diminuir os custos. Hoje, não existe hardware que consiga oferecer hardware com preços muito menores dos que os da Apple e que possua as mesmas funcionalidades.

Vejamos, por exemplo, uma comparação entre o computador mais barato da Apple, o Mac Mini, com o computador mais barato da Acer, o T180 3500.

  • Apple Mac Mini
    processador = Intel Core Duo de 1,66 Ghz
    Memória = 512 Mb
    Disco rídigo = 60 Gb
    USB = 4 portas USB2
    FIREWIRE = Sim
    WI-FI = Sim
    Gravador de CD/DVD = Sim
    BLUETOOTH = Sim
    software = Mac OS X Tiger, iLife 06 (iMovie HD, iPhoto, iWeb, Garage Band e iDVD), Calendar, Mail, Adress Book, iSync, iTunes e outros).
  • Acer T180 3500
    processador = Athlon 64
    Memória = 1 Gb
    Disco rídigo = 250 Gb
    USB = 2 portas USB2
    FIREWIRE = Não
    WI-FI = Não
    Gravador de CD/DVD = Sim
    BLUETOOTH = Não
    software = Windows XP e algumas versões mutiladas de demonstrações de outros fabricantes.

Veja que o Acer não possui nem Bluetooth, nem Firewire, nem Wi-fi e usa um processador de segunda linha. Para fazer o Mac Mini ultrapassar o Acer, basta acrescentar-lhe mais memória e um novo disco. Para fazer o inverso, teríamos de acrescentar Bluetooth, Wi-fi e Firewire, para além de ter de adquirir todos os programas, de outros fabricantes, que nos permitissem, como no Apple, criar e editar filmes em alta-definição, catalogar, arquivar e organizar fotos, criar páginas de Web, criar músicas, criar DVD, organizar tarefas no calendário, criar e organizar livros de endereços e etc. Descobrirá então, em choque, o quão mais caro será a máquina com o Windows. Para além disso, terá adquirido vários programas que não se comunicam entre si, como no caso dos da Apple.

Portanto ao introduzir essas máquinas no mercado, a Apple criou um problema à Microsoft, pois começou a conquistar aqueles utilizadores do topo do mercado, capazes de vislumbrar a superioridade óbvia da Apple e aqueles que procuravam qualidade e estavam fartos dos problemas do Windows.

A pressão da Apple no mercado, apesar de pequena de início, obriga a Microsoft a pressionar os vendedores de hardware para que reduzam os seus custos. Isso faz com que máquinas cada vez piores entrem no mercado acompanhadas do Windows e aumenta a distância entre a qualidade do hardware da Apple em comparação com o seu custo. Isso sem falar no sistema operativo da Apple estar anos-luz à frente do Vista.
Para além disso, a medida que o preço do harware de Windows diminui, diminui também o lucro dos vendedores e fica cada vez mais caro, para estes vendedores, o custo do Windows. Isso, pela primeira vez na história da Microsoft, está a obrigar a Microsoft a reduzir as suas margens de lucro. Aquilo o que era uma fonte constante e inabalável de provimentos, está a mudar.

Ter máquinas cada vez piores que as da Apple significa não ter como concorrer. Por esta razão vimos, em 2006, um crescimento mundial de 13% nas vendas de computadores com Windows e um crescimento de 40% nas vendas de computadores Apple. Por outras palavras: a Apple começou a minar os pilares sagrados da Microsoft.
O outro factor que tem feito a Apple ascender é o seu sistema operativo Mac OS X. Baseado em UNIX é, sem qualquer sombra de dúvida, o mais estável, confiável, seguro, rápido, eficaz e produtivo sistema operativo do mercado, para além de ser o mais bonito.

Falar em queda da Microsoft pode parecer exagero mas não o é. Pela primeira vez, estão a tirar-lhe o pão à boca. Ao ascender por vias nem sempre (quase nunca) éticas, a Microsoft fez muitos inimigos que agora estão a atacá-la por todos os lados. Isto fez a Microsoft entrar em desespero e começar a atacar em todas as frentes ao mesmo tempo, numa tentativa de conquistar novos mercados. Porém, a inabilidade em concorrer com qualquer outra empresa, fez cada um dos seus projectos ser um fracasso.

Desligar o motor a um navio transatlântico não o faz parar imediatamente. Existe algo chamado inércia que o faz continuar no seu movimento normal durante algum tempo. A Microsoft tem já um dos motores parados, mas ainda consegue se movimentar. A tendência é a de mais motores pararem com o tempo. Aguardemos pois.

 

 

 

 

Se gostou desse artigo...
::
receba as novidades deste site por e-mail!

 

o seu nome:
a mensagem:
 

 


Dê a sua opinião sobre este artigo

O seu nome

O seu e-mail

Opine sobre este artigo

Por favor copie o texto... 7D6ffJ na caixa seguinte:

CAPTCHA image

4 Opiniões

  1. Rodox12 on Maio 2, 200717:31
    "a Microsoft fez muitos inimigos que agora estão a atacá-la por todos os lados." O mundo dá voltas...
  2. marcos de oliveira on Junho 2, 20078:40
    Excelente e muito eficaz com relação ao conteúdo; para que assim o consumidor igual a mim consiga compreender estas máquinas. Parabenizo a ti por setas informações e desejo muito sucesso.
  3. Augusttus Rabello on Junho 27, 200715:45
    Muito bom mesmo! A Microsoft já lucrou demais vendendo seus sistemas a um preço absurdo! Já estou até ansioso em ver a queda da Microsoft. Sei que isso vai demorar, mas espero acompanhar a Apple minar a Microsoft por todos os lados! Em relação ao trecho em que relata a questão da distrubuição do Linux eu, por exemplo, quando comprei meu pc, esse veio com o Linux e resolví mudar para o Windows Xp pelas questões de sempre, imcompatibilidade com vários programas, codecs de vídeo e etc... Parabéns Magno, o seu artigo está empolgante!!!
  4. Gestor on Junho 27, 200719:04
    Obrigado Augusttus, O problema da Micro$oft é o de ser uma empresa medíocre que pensa ser uma empresa revolucionária, inovadora, etc. Eu nunca vi a Micro$oft inovar em toda a sua história. Tudo o que a M$ possui foi comprado ou imitado de alguém. O problema deles é que o consumidor já não é tão desinformado como no passado. Hoje, não existe hipótese de mentir, pois a internet traz as notícias verdadeiras antes de qualquer tentativa de mentira. Uma empresa que copia algo hoje, é logo desmascarada.
Curso Photoshop CC Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para iPhone Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para Mac Curso Photoshop CC para Apple TV

 

Ferramentas

Google PageRank
Conteúdo Duplicado

Categoriais

 ddddddd

Arquivos