cursos photoshop, livros photoshop, tutoriais photoshop, tutoriais flash, tutoriais 3ds max
Tutoriais de Photoshop mais populares...
tutorial Photoshop - bola de basquetebol tutorial Photoshop - faca de churrasco tutorial Photoshop - como fazer cabelo tutorial Photoshop - marcar a ferro quente tutorial Photoshop - como fazer um escudo tutorial Photoshop - como fazer uma lata de refrigerante
10 Abril 2008 - por Magno Urbano

por Magno Urbano

Com este artigo estamos a inaugurar uma secção na qual mostraremos de que maneira pode optimizar o funcionamento do Wordpress.

wordpress 

Apesar de ser a melhor das plataformas de blogs, principalmente por causa da versatilidade, o Wordpress tem muitas falhas. Uma delas, a meu ver, é utilizar o PHP como base.

Antes de ser crucificado pelos adoradores do PHP, apresso-me em dizer que gosto e utilizo esta linguagem de programação. Entretanto é preciso reconhecer as limitações do PHP, nomeadamente a lentidão – comparativamente a outras linguagens como Python e Perl – e, principalmente, devido à sua total inabilidade em lidar com grandes bases de dados. Experimentem construir um blog com 120 mil artigos e vão ver que não conseguem usar o sistema.

Para além do PHP, o Wordpress tem um problema clássico de duplicação de conteúdo. Por outras palavras, cria várias páginas com endereços diferentes e que possuem o mesmo conteúdo de outras. Isso pode parecer sem importância, mas muitos motores de busca, principalmente o Google, punem os sites com conteúdo duplicado, relegando-os a segundo plano, porque muitos webmasters utilizam a técnica de duplicação de conteúdo para atingir altas classificações nos motores.

Para perceberem um exemplo de conteúdo duplicado, visitem essas duas páginas: 1 e 2. Vão ver que cada páginas vai ter ao mesmo conteúdo. Isso aconteceu porque coloquei no artigo, o tag “nextpage”, usado pelo Wordpress para fazer a quebra de página. Ao fazer a quebra, o sistema criou duas páginas com endereços terminados em “/1″ e “/2″ como por exemplo:

http://efeitosvisuais.com/blog/artigo/1/
e
http://efeitosvisuais.com/blog/artigo/2/

O grande problema é que a primeira parte do artigo também pode ser encontrada em

http://efeitosvisuais.com/blog/artigo/

Por outras palavras: pode-se chegar à primeira parte do artigo por meio de dois endereços diferentes o que, para os motores de busca parecerá existirem duas páginas iguais.

Para resolver esta questão da maneira mais fácil é preciso ter acesso ao ficheiro .htaccess, responsável pelo controlo de certas propriedades do servidor de web. Este ficheiro está localizado na raiz do seu site, na área pública de acesso pela web.

Então, insira no final deste ficheiro, as seguintes linhas

<IfModule mod_rewrite.c>
RewriteEngine On
RedirectMatch permanent ^(.*)/1/$ http://www.meusite.com$1
</IfModule>

Ao inserir estas linhas, substitua o endereço www.meusite.com pelo endereço do seu site.

O que essas linhas fazem é detectar qualquer tentativa de aceder à páginas que contenham os caracteres “/1/” como última parte da URL, redireccionando todas as visitas para a página sem o “/1/”. Além disso, a palavra permanent na terceira linha, faz o servidor comunicar ao motor de busca que essa é uma substituição permanente.

Nota: para que esse conserto dê certo é preciso que os permalinks do seu Wordpress estejam ajustados para produzir endereços search engine friendly, ou seja, endereços sem interrogações, sinais de igual, etc.

 

 

 

 

Se gostou desse artigo...
::
receba as novidades deste site por e-mail!

 

o seu nome:
a mensagem:
 

 


Dê a sua opinião sobre este artigo

O seu nome

O seu e-mail

Opine sobre este artigo

Por favor copie o texto... 9iXLb9 na caixa seguinte:

CAPTCHA image

Curso Photoshop CC Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para iPhone Curso Photoshop CC para iPad Curso Photoshop CC para Mac Curso Photoshop CC para Apple TV

 

Ferramentas

Google PageRank
Conteúdo Duplicado

Categoriais

 ddddddd

Arquivos